6 motivos para a sua igreja aderir ao apadrinhamento social

Quando falamos em traçar um futuro melhor, é impossível não associar a esse desejo o cuidado com as crianças. Esse compromisso com o cuidado da infância e juventude se torna ainda mais evidente para todos aqueles que confiam e acreditam nos ensinamentos do Cristo.

Afinal de contas, toda sua trajetória foi marcada por um profundo senso de preocupação e carinho com as meninas e meninos. Sem dúvidas, um legado para ser continuado por todos, especialmente, os que se devotam a uma tradição religiosa.

É por isso que o apadrinhamento social tem surgido como uma opção cada vez mais viável para os que anseiam por um amanhã mais justo e feliz para todos. Ao passo que muitos consideram essa opção, há ainda quem desconheça essa modalidade de doação ou a confunda com a adoção. Mas não é nada disso!

Neste post, nós explicaremos essas diferenças e, acima de tudo, as vantagens do apadrinhamento social para mudar (para melhor, é claro) a realidade de meninas e meninos que vivem em situação de pobreza.

Quais os motivos para aderir ao apadrinhamento social? Listamos 6 razões abaixo, confira!

Qual é a diferença entre o apadrinhamento e a adoção?

Antes de mais nada, é importante esclarecer que essa modalidade de doação nada tem a ver com a adoção que, por sinal, é um gesto muito nobre. Em outro post do blog, nós esclarecemos muito bem a diferença entre um e outro.

Quando você e/ou sua igreja aderem ao apadrinhamento social, você assume um compromisso com o desenvolvimento integral de uma criança, afirmando que garantirá um futuro melhor para ela! Isso significa criar um vínculo com uma organização social que, com os recursos doados, implantará com seriedade tecnologias sociais transformadoras, capazes não só de “dar o peixe”, mas de “ensinar a pescar”. Em outras palavras, significa que a organização social, com a sua ajuda, implantará benfeitorias que impactam na qualidade de vida da criança e de todas aquelas que a cercam.

6 motivos para aderir ao apadrinhamento

1- Para melhorar a comunidade onde a criança vive

As ações e tecnologias sociais implantadas visam não somente ajudar a menina ou menino diretamente, mas desenvolver o entorno onde habita. Desse modo, faz com que o local também tenha seus indicadores sociais aprimorados (acesso à água, saneamento básico, educação e saúde).

2- Acompanhar o desenvolvimento da criança

Não basta apenas ajudar alguém sem haver um rigoroso controle sobre o desenvolvimento da pessoa que recebe o amparo. Por isso, é imprescindível apoiar organizações sociais sérias, que possuam projetos eficazes e com resultados comprovados. Dê uma lida no nosso artigo sobre o assunto para entender mais sobre o que estamos falando.

3- Atuar de maneira qualificada

Os locais amparados por essas entidades são aqueles que possuem grandes demandas sociais e que sofrem de privações diversas (como desnutrição, falta de acesso a equipamentos de saúde e à educação). Além disso, essas instituições também possuem equipes técnicas qualificadas, capazes de identificar as reais necessidades da região. Desse modo, é possível investir em ações que sejam realmente transformadoras, evitando desperdício e projetos pouco eficazes.

4- Prestar de contas

Ainda nessa linha, ONGs sérias dedicam atenção especial para dar um retorno sobre cada centavo investido. No caso do apadrinhamento social, por exemplo, há organizações que colocam você em contato com a criança que recebe sua ajuda, a partir de cartas, ligações e até encontros presenciais, seguindo parâmetros de segurança.

Ainda na lista de benefícios dessa modalidade de doação, há vários motivos que envolvem diretamente você e sua comunidade eclesiástica. Principalmente porque colocará em prática os ensinamentos de Jesus sobre estender a mão às crianças  que mais precisam de auxílio.

apadrinhamento social

5- Colocar em prática as lições de Cristo

Tão importante quanto conhecer essas mensagens é exemplificá-las. O apadrinhamento social é um símbolo de compromisso sem igual, similar ao que Jesus fez, que foi transformar a vida de todos aqueles que cruzavam o seu caminho. Com os recursos que temos hoje, podemos seguir os seus passos e melhorar, de diversas maneiras, a vida de pessoas que não tiveram a mesma oportunidade que nós.

6- Exercitar a Caridade e renovar a Esperança

Quando se estende a mão a quem mais precisa, surge a oportunidade de acender em nosso coração a chama da Compaixão e da Esperança. Esses são sentimentos essenciais a quem sonha com um futuro melhor para o planeta.

A caridade faz bem não só para quem recebe o amparo, mas principalmente para quem colabora. Quem nunca se sentiu melhor após exercitar uma atitude altruísta? É quase matemático!

Ao ver a mudança na vida de uma pessoa e ver sua comunidade avançando, renovamos o ânimo de fazer a nossa parte rumo a um país mais justo e igualitário para todos. Afinal de contas, indignar-se com uma situação negativa sem fazer nada para ajudar não é a melhor maneira de levar a cidadania a todos.

Quem pode investir no apadrinhamento social?

Todo mundo pode investir! É possível contribuir tanto com a doação por pessoa física, quanto pela comunidade, como pessoa jurídica. E isso representa uma ótima oportunidade de você, como liderança religiosa, em mobilizar doações. O ChildFund Brasil possui ampla experiência em parcerias com organizações eclesiásticas, possibilitando que os adeptos de sua igreja possam encontrar nessa entidade uma união capaz de colocar em prática os ensinamentos cristãos.

Quer um exemplo de como isso é possível? Basta sua igreja escolher uma criança (ou mais de uma) e realizar o apadrinhamento social, um investimento com resultado garantido. A adesão é bem mais simples do que você imagina e pode ter certeza: todos esses motivos que listamos serão sentidos em seu coração e no de todos que aderirem a essa iniciativa de Amor ao próximo.

Quer receber mais informações sobre o apadrinhamento social? Inscreva-se em nossa Newsletter e saiba como essa ação transformadora irá ajudá-lo a exercitar a Compaixão ensinada por Jesus!

ChildFund Brasil

O ChildFund Brasil é uma organização de desenvolvimento social que por meio de uma sólida experiência na elaboração e no monitoramento de programas e projetos sociais mobiliza pessoas para a transformação de vidas. Crianças, adolescentes, jovens, famílias e comunidades em situação de risco social são apoiadas para que possam exercer com plenitude o direito à cidadania.

LEIA TAMBÉM