Como o apadrinhamento é capaz de transformar vidas?

Quem nunca recebeu um abraço apertado de alguém que tem grande consideração e ouviu um sonoro agradecimento? Seja de algum parente, amigo, colega de trabalho ou de quem quer que seja, ao receber a gratidão de alguém por uma atitude que tenhamos tomado, o bom reflexo disso podemos sentir na Alma. Agora imagine o que é ouvir: “você transformou a minha vida?” ou ainda “graças a você, passei a enxergar um futuro promissor?”. Forte, né?

Mas esses relatos são bem frequentes de serem ouvidos por aqueles que escolhem doar ao ChildFund Brasil. Pelo apadrinhamento financeiro, por exemplo, o vínculo da contribuição se solidifica a partir de pilares fundamentais na doação: a transparência de cada centavo investido, como ilustra o post Relatório Integrado 2015 , e o acompanhamento do resultado. Esses dois fatores geram uma satisfação sem igual para aqueles que depositam sua confiança na entidade.

Bônus: Veja em apenas 5 passos como escolher a Ong que merece a sua confiança

Aliás, a organização social viabiliza maneiras bem eficazes de acompanhar o resultado da doação: embora não seja obrigatório manter o contato entre o doador e a pessoa que recebe o auxílio, essa atitude é encorajada porque faz com que essas famílias sintam-se amadas e serve como um poderoso estímulo, capaz de resgatar a autoestima e contribuir para um futuro ainda mais promissor. Em nosso site, há uma página com relatos emocionantes, tanto de padrinhos, quanto de afilhados.

Um desses testemunhos é o de José Antônio Pinheiro, um dos beneficiados pelos projetos sociais do ChildFund Brasil, e que ilustra bem o quanto esse contato dá ainda mais valor à contribuição dada. A madrinha que acreditou nele chama-se Elisabeth, que “será eternamente parte da minha vida (…), pessoa que se tornou minha segunda mãe”, nas palavras dele.

O apadrinhamento o marcou tanto que, em seu agradecimento, ele faz questão de mencionar as diretrizes compartilhadas pela madrinha a ele. “Ela sempre me deu excelentes conselhos, me mostrando qual o melhor caminho a seguir na minha vida. Hoje o que eu sou devo à minha eterna madrinha Elisabeth e a agradeço por ter me ajudado a crescer e evoluir durantes todos os anos que me acompanhou”, revela.

João Antônio recorda que esse apoio chegou ainda cedo, quando a vida não lhe reservava as melhores perspectivas para um futuro promissor. Para ele, a ajuda se tornou ainda mais decisiva quando a madrinha ofereceu a oportunidade de uma formação em Técnico em Segurança do Trabalho que, somada à especialização em Meio Ambiente, tem projeto nele futuro ainda mais promissor.

Bônus: Conheça histórias transformadoras de crianças que mudaram de vida com doações e vivencie esse sentimento indescritível da solidariedade

Ele é categórico ao recordar a importância desse apoio: “São dois cursos que posso ter como profissão na minha vida, pois se dependesse das minhas condições financeiras, eu e minha família não teríamos como pagar”. E faz questão de estender sua gratidão: “Eu agradeço eternamente por tudo que minha madrinha fez por mim e ao ChildFund Brasil pela organização que é e pela oportunidade de eu ter sido apadrinhado tão novo, numa organização que acreditou em meus potenciais e me fez crescer como cidadão. Não tenho palavras suficientes para agradecer e finalizo deixando um enorme abraço à minha madrinha”, finaliza João Antônio.

_DSC0728

Existem três formas principais de fortalecer esse vínculo principal entre afilhado e madrinha ou padrinho. Veja se alguma delas se encaixa com o seu perfil:

– Visita ao afilhado: elas podem ser agendadas com um mês de antecedência, sempre respeitando a disponibilidade da criança. Esses encontros são realizados em locais públicos, acompanhados de um funcionário da Organização Parceria ou do próprio ChildFund Brasil (ambos treinados e comprometidos com a Política de Proteção à Criança).

– Escrever cartas: pela própria internet ou por uma carta escrita a mão, você pode enviar uma correspondência ao seu afilhado, contando o que os motivos que o levaram a se tornar um padrinho e trazendo palavras de incentivo para que a criança permaneça estudando, seguindo em seus sonhos, para alcançar um futuro promissor (como foi feito no caso do João Antonio).

– Presentes: em ocasiões especiais (como aniversário do afilhado, dia das crianças ou mesmo festejos do fim de ano), é comum os padrinhos enviarem um presente. Nesses casos, em 45 dias após o envio da lembrança, os padrinhos recebem uma carta de agradecimento.

Mas e quem não deseja manter contato?

Não há problemas porque a transformação também se verifica nesses casos. Buscamos uma história de vida que ilustra muito bem isso. Trata-se da Katia que, nascida em Jenipapo de Minas, muitos anos depois entrou em contato com o ChildFund Brasil para externar seu agradecimento pelo apoio que recebeu. Aos 24 anos, enviou relato emocionante, recordando que a ajuda da organização social chegou ainda cedo para ela.

Morando em uma região com grandes demandas sociais, o futuro dela não parecia se tornar tão promissor, até que foi apadrinhada. A ajuda foi possível ao integrar-se ao grupo de apoio Ajenai (uma das 52 organizações parcerias do ChildFund Brasil). Permaneceu recebendo essa ajuda por seis anos. “Esse apoio me possibilitou momentos que levarei nas minhas lembranças para toda a vida”, recorda-se.

O impacto foi tão extraordinário em sua vida que a motivou a voltar na cidade, mas desta vez com perspectivas bem diferentes das primeiras lembranças que a memória guardou daquele lugar. “Há cinco anos moro no Rio de Janeiro (…), estive na minha cidade no último mês de julho [2015] e pude ver de perto o quanto evoluiu aquela região no sentido da integração das crianças ao mundo tecnológico, ao esporte, cultura e lazer. Isso é muito importante”, revela.

A sensação de transformação foi tão profunda que hoje a gratidão dela se manifesta no desejo de apadrinhar uma criança, no intuito de que ela recupere o brilho no olhar e a esperança no coração, a exemplo do que fizeram com ela.

Viu só? Olha que são apenas dois relatos dos inúmeros, que mostram situações bem diferentes, mas absolutamente gratificantes do ponto de vista de quem se dedica ao nobre gesto do apadrinhamento financeiro. Para entender como funciona esse gesto, convidamos você a ler um post que já trouxemos aqui no blog, exemplificando a diferença entre apadrinhamento afetivo e apadrinhamento financeiro.

Outra boa recomendação é baixar o ebook gratuito que traz inspiradoras histórias de transformaçã. Até o próximo post 🙂

 

Related Post

ChildFund Brasil

O ChildFund Brasil é uma organização de desenvolvimento social que por meio de uma sólida experiência na elaboração e no monitoramento de programas e projetos sociais mobiliza pessoas para a transformação de vidas. Crianças, adolescentes, jovens, famílias e comunidades em situação de risco social são apoiadas para que possam exercer com plenitude o direito à cidadania.

LEIA TAMBÉM